Novidades

2015? Oi?

Caraca! Primeiro post de 2015!? What the fuck? Vergonha de mim mesma!

Gente, leitores e leitoras do meu coração, meu blog não morreu, eu não morri, ainda sou au pair, na mesma host family por sinal (por mais 5 dias… SIM, ESTA ACABANDO = assunto de hoje!!!) e SIM, o blog continuará firme e forte, afinal, nunca imaginei quanto um blog poderia ajudar tanta gente! Apesar de não postar mais com frequencia, fico passada como tem futuras au pairs chegando no pedaço, e a melhor parte é saber que meu blog tem ajudado vocês a tomar os primeiros passos.

Bom, é isso mesmo people, quinta-feira da semana que vem, acabo meu ano como au pair. Dois anos excepcionalmente incríveis, alguns dias eu diria que bem sofridos, regados com muito drama e sangue nos olhos, pois ninguém disse que seria tudo fácil, mas que valeram a pena.
Nada de arrependimentos, afinal foi muita experiência adquirida, muita paciencia absorvida, e muita farra e diversão na veia! 🙂 Quantas pessoas passam pela nossa vida quando resolvemos morar fora… é um mix de cultura, raças e estilos… bom demais! O pior é a despedida, coração não aguenta ver partindo aquelas que dividiram com você um dia da sua vida que seja, três semanas, meses, um ano ou a jornada toda, essas são as que marcam de verdade, mas não importa quanto tempo, cada uma teve seu toque especial na minha jornada! 🙂

Quanto ao programa au pair, a verdade é que nunca me imaginei cuidando de criança. Vergonhosamente confesso que tinha aquela visão de que vir para os EUA para cuidar de criança era perda de tempo e inferiorizava a ideia, mas a minha vontade de voltar pra cá era tão grande que acabei não pensando duas vezes, o programa Au Pair era e ainda é bem acessível, então por que não!?

Achei que não seria tão dificil assim cuidar de crianças que nem são minhas… ledo engano. A responsabilidade é maior ainda, obviamente! Nesses dois anos que estive aqui, com a mesma host family, eu simplesmente tenho sido a segunda mãe deles. Educar crianças que não são suas, caraca!!! é dificil demais. Sim, querendo ou não você é mãe e educadora ao mesmo tempo, e não, não está no contrato do programa, mas você chega aqui e a realidade é essa! Por isso eu deixei de subestimar esse trabalho. Quantas vezes não skypeei minha mãe, irritada, chorando, que seja, falando que agora eu entendia o que é ser dona de casa, mãe e educadora!
Fazendo uma retrospectiva de tudo o que passei aqui com eles… meu, fiz parte do crescimento da minha pequena cara, isso é demais!!! Não importa a profissão, o tipo de trabalho, mas quando você faz a diferença na vida de alguém, isso não tem preço e não há nada mais gratificante que isso.

Mas realizei tudo o que queria nesses dois anos? Cumpri minhas metas?
Creio que não, ainda não! No meio do caminho surgiram novos sonhos, novas ideias, novos objetivos, mas é assim que continuo minha jornada, não paro nunca… haha

Então… qual o próximo passo?

Obama me pergunta

Aqui vão algumas opções:

– Voltar para o Brasil?

Nah. Ainda não, sou jovem demais e tenho que aproveitar esse mundão afora. haha

– Casamento a vista?

#greencard #sqn Ai senhor, cadê meu principe americano encantado?

– Mudar o status e continuar nos EUA???


Previsivel não!?
Mas, é isso mesmo leitoras e leitores queridos… venho compartilhar com vocês essa noticia bombástica!
Diga ao povo americano que fico! 🙂
Cenas do proximo capitulo! 😉

Obrigada a cada um de vocês… continuem acompanhando minha saga!

E lembre-se, qualquer duvida já sabe!
Xoxo.