bla bla bla

Chegadas e Partidas

E quem nunca assistiu esse programa se imaginando que logo menos será a sua vez!? 🙂
Adoro, sempre tem muita emoção e choradeira!
Quando assisto com a minha mãe do lado é impossível não imagina-la no momento da minha partida, aos prantos, toda chorosa! 😦 assim como eu!!!! :**(
Já vivemos essa experiência e de fato, no aeroporto você presencia e é tomada por todo aquele sentimento, emoção, saudade, tudo ao mesmo tempo!
Lembro do momento quando minha irmã foi viajar pra Europa, de férias, apenas 1 mês… vê-la partindo, passando do portão que acompanhantes já não podem mais ultrapassar, nossa, foi uma sensação horrível, o coração aperta, não adianta… e vem as lágrimas! Principalmente quando você é a pessoa que está ficando para trás! 😦
E quando fui pra Boston, a mesma cena… mas como eu disse, é menos doloroso pra quem está embarcando!
E em breve, novamente estarei lá no aeroporto, partindo pra outra aventura! 🙂

Xoxo.

Será que o mar não está pra peixe!?

Oi pessoal, tudo bom?

Hoje estou bem menos desesperada se comparado com os meus ultimos dias e com o coração menos angustiado, graças à Deus! 🙂

Mas o que andei reparando é que atualmente há muita Au Pair pra pouca família, de fato! Gente, não tem família!!! Pelo menos na APIA existem muitas meninas que estão dentro dos seus 2, 3 meses sem nenhum contato se quer! Pode isso produção!?

Isso me assusta, principalmente porque corri atrás de tudo tão rápido pra poder embarcar relativamente rápido! Sim, eu fui informada sobre o tempo que poderia levar até o tal do match, mas a partir do momento que sua agente lhe diz que você está “super qualificada” e que encontrará uma família logo, acho que não tenho motivos para desanimos ou qualquer outro tipo de sentimento down! Mas infelizmente a situação não anda as mil maravilhas, não só pra mim no que pude observar! Portanto, sim, eu fico desesperada! hahaha

Meu grande medo é ficar meses nessa situação!!! Nada agradável, diga-se de passagem!

Bom, todo mundo diz que é normal essa ansiedade, esse mal estar de tanta espera, meses sem se quer ter uma esperança de match, afinal nossa prioridade é o nosso bem-estar lá na terrinha do tio Sam, ou seja, escolher a família ideal, mesmo que demore esses malditos meses… mas quando vejo meninas que, alguns meses atrás estavam nesta mesma fase que eu, online, mas em contato com várias famílias, quando eu digo várias me refiro a 10 pra mais em sei lá, 2 meses, poxa, eu realmente me questiono: “Será que não é uma época boa!? O que está acontecendo!? Meu application não está suficientemente bom!?” hahahahaha (risos de desespero!)

Juro que não quero desanimar ninguém!!!! Mas é o que tenho visto… pelo menos com o pessoal que está pela APIA, que é o meu caso também… o movimento está fraco! 😦

Ahhh, e hoje que me liga a mocinha da APIA aqui em casa!? oO hahaha… primeiro ela ligou em casa, meu pai atendeu, eu estava perto e ele disse: “ué!? Falou em inglês! Mas caiu a ligação”… já imaginei que fosse pra mim e não deu 1 min., ligam no meu celular… fiquei nervosa, mas com muita calma consegui falar com ela! 🙂 ela perguntou como andava o movimento no meu application e tal… fui sincera dizendo que a situação estava bad! 🙂 que só havia falado com uma family até agora, mas dispensei e estava preocupada porque vai fazer 1 mês e nada, aí ela me perguntou porque eu dispensei a family, respondi que não havia gostado de algumas coisas e ela disse: “It’s ok, it’s ok!” e falou que ia dar uma olhada no meu application e ver a disponibilidade das famílias e tal. Sei lá né!? Vai saber… e ah, detalhe, não lembro nem o nome da mocinha! =x

Enfim, não quero perder o ânimo muito menos a esperança! Vamo que vamo! 🙂

Xoxo.

“Ser uma quase Au Pair é…”

Oi pessoal, tudo bom?
Como de costume, circulando pelos blogs alheios, encontrei esse post super verdade BY , do blog Au Pair in USA e resolvi compartilha-lo, pois posts bons, merecem ser lidos… enfim, super me identifiquei!!!
Vale a pena dar uma lida! 😉
Xoxo.
“1) Fazer um blog pra conhecer pessoas que estão no mesmo barco, chorar, desabafar e contar tudo nele porque as pessoas a sua volta não te aguentam mais te ouvir falar nisso…
2) Ficar madrugadas inteiras lendo blogs de Au Pairs que já foram ou vão. Torcer, sofrer e ficar feliz por elas, mesmo que tudo já tenha acontecido…
3) Passar dias e noites e atualizar a pagina a cada 5 minutos  nesse grupo do Facebook!
4) Pesquisar todas as agências… e mesmo assim ainda ter duvidas de umas coisinhas ou outras!
5) Fuçar em sites do Wal-Mart, Target e Amazon, Forever 21, Macys e sonhar com o que comprar no país do consumismo…
6) Achar todas as crianças mais fofinhas do que elas realmente são…
7) Falar que não sabe pra onde ou quando vai pros States quando perguntam, e ainda explicar toda vez o que é ser Au o quê?!
8) Ficar pensando em todos os locais que quer conhecer na terra do Tio Sam, e até fazer listinhas pra não esquecer…
9) Ficar pensando em todas as coisas do Brasil que não irá sentir falta!
10) Passar noites acordadas imaginando a família dos sonhos…
11) Falar mentalmente em inglês o dia todo…
12) Não ter como fazer planos para um futuro próximo por não saber das datas certas…
13) Esquecer todo o resto do mundo… E desejar embarcar o mais rapido possivel!”